Ribeirão Cascalheira realiza conferência sobre novo zoneamento socioeconômico ambiental

Publicado por: Terça, 09 Fevereiro 2021 16:10 859

por Jessé Santos | Assessoria de Comunicação

Nesta segunda (8), a Prefeitura Municipal de Ribeirão Cascalheira, em parceria com o Sindicato Rural, realizou uma conferência pública sobre o novo zoneamento socioeconômico ambiental.
Presente na reunião, a prefeita Municipal, Luzia Brandão, afirmou que os esforços políticos devem se concentrar em achar soluções viáveis para revisar os estudos que baseiam a proposta. "Nossa realidade de vivência e de produção deve ser considerada para qualquer decisão a ser tomada", completou.

A conferência
O evento trouxe como objetivo debater os impactos da possível aprovação da lei para o município e contou com a presença do Deputado Estadual Dr. Eugênio (PSB), que se posicionou contra a proposta. "Há interesses internacionais por trás disso [o novo zoneamento], e nós precisamos resolver isso de uma vez, para trazer segurança jurídica a nossa região", afirmou o legislador.
Na oportunidade, pecuaristas, políticos e técnicos compartilharam apontamentos, críticas e considerações sobre a proposta, que é objeto de consulta pública pelo Governo do Estado de Mato Grosso.

O que diz o novo zoneamento
A proposta do zoneamento (ZSEE/MT), que foi reapresentada em 2020, apresenta a possibilidade de redefinição da ocupação do território mato-grossense, colocando em debate as formas de uso das terras e dos recursos naturais, levando em consideração as fragilidades e potencialidades de cada região, além das consequentes restrições que cada uma delas deve ter para garantir um crescimento sustentável.
A redefinição do território, porém, preocupa os produtores agropecuários das regiões abrangidas pela proposta, uma vez que a mudança no uso das terras pode representar uma perda econômica para o setor.
Por sua vez, os prefeitos buscam articulação para conciliar os interesses de preservação ambiental com os interesses econômicos do setor agropecuário, considerando que a segurança da produção rural representa arrecadação aos municípios e aquecimento das economias locais.